Os Contos de Beedle, o Bardo

O post de hoje é sugestão da Sandra Maya, nossa professora de música apaixonada pelos ingleses. Como ela ama tudo que vem da Península Gelada, Harry Potter não poderia ficar de fora. Não posso ainda fazer uma análise crítica das aventuras do bruxo mais amado do mundo, pelo simples fato de que ainda não li nenhum exemplar, apesar de sempre ouvir boas críticas a respeito.
Mas posso elogiar o texto de um livro de contos da mesma autora de Potter, que na verdade, tem análise crítica de "Dumbledore - diretor de Hogwarts", chique não?
O que eu percebi foi: J.K.Rowling é conhecedora de Literatura Oral e conseguiu criar contos seguindo a mesma tradição adequando-os aos bruxos. Para quem gosta desse Universo da Magia e tem curiosidade sobre as histórias que os bruxinhos ouvem antes de dormir, vale a pena conferir "Os Contos de Beedle, o Bardo". As histórias datam do mesmo período em que nossas histórias, herdadas da cultura oral, foram registradas por Charles Perrault. Na introdução, inclusive, a autora faz referência aos Contos Maravilhosos.
Nas análises de Dumbledore ficam claras também a influência dos costumes de cada época e a interferência cultural ocorrida nestas histórias assim como ocorreu com as nossas.
Quem leu o post sobre Chapeuzinho Vermelho deste blog teve uma noção de como nossos contos foram alterados com a ascensão da burguesia. Quem não leu o post, é só voltar um pouquinho. Aproveitem a sugestão e divirtam-se com esta dica maravilhosa, enquanto eu irei em busca de mais uma sugestão gostosa para embalar nossos finas de semana chuvosos.
Quem quiser dar uma sugestão ou dica interessante, envie no comentário. Prometo pesquisar! Nos próximos posts também teremos participações especiais, aguardem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário