Pensando a prática

Para refletirmos sobre a prática, retirei este trecho do segundo capítulo de Ler e escrever- estratégias de produção textual de Ingedore Villaça Koch e Vanda Maria Elias:
Se houve um tempo em que era comum a existência de comunidades ágrafas, se houve um tempo em que a escrita era de difícil acesso ou uma atividade destinada a alguns poucos privilegiados, na atualidade, a escrita faz parte da nossa vida, seja porque somos constantemente solicitados a produzir textos escritos (bilhete, e-mail, listas de compras, etc., etc.).
BARRÉ-DE-MINIAC (2006:38) afirma que "hoje, a escrita não é mais domínio exclusivo dos escrivães e dos eruditos. [...] A prática da escrita de fato se generalizou: além dos trabalhos escolares ou eruditos, é utilizada para o trabalho, a comunicação, a gestão da vida pessoal e doméstica".(...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário